Hérnias

Hérnias

O que é uma hérnia?
Uma hérnia ocorre quando o tecido ou parte de um órgão, geralmente o intestino, projeta-se através de um ponto fraco ou rasgo na parede abdominal, formando um saco. O tecido saliente pode perder o fornecimento de sangue resultando em problemas de saúde tão graves como a gangrena levando a risco de vida.


O que provoca hérnias?
As hérnias podem estar presentes ao nascimento ou podem ocorrer mais tarde na vida por um variado número de causas, incluindo o trabalho pesado. A causa exata é muitas vezes desconhecida. Podem ocorrer tanto em homens como em mulheres.

Quais são os sintomas de uma hérnia?
As hérnias normalmente causam dor na virilha, umbigo ou no abdome, ao se levantar objetos pesados, tosse ou esforço durante a micção ou evacuação. Um nódulo ou abaulamento também pode ser aparente. Se a hérnia se tornar encarcerada ou estrangulada, o paciente poderá apresentar vermelhidão, dor e aumento de temperatura local

Como as hérnias são reparadas?
A cirurgia é o único método para correção de hérnia. É um dos procedimentos cirúrgicos mais comuns. É realizada para aliviar a dor e corrigir ou prevenir a ocorrência de problemas mais sérios. A cirurgia deve ser feita em qualquer hérnia, mas é especialmente recomendado para pacientes com dor, que estão em alto risco de encarceramento, assim como quando grande quantidade de tecido projeta-se através de um pequeno orifício, e quando a vida é dificultada pela hérnia.

Quais são as minhas opções de tratamento cirúrgico?
Método convencional - O procedimento de reparo mais comum é a herniorrafia tradicional (aberta / "sem tensão"). Normalmente feito com anestesia do tipo raqui ou peridural. Uma grande incisão é feita sobre a hérnia. O tecido é então dissecado e empurrado para trás, e uma malha sintética é colocado sobre o defeito de apoio. A recuperação total leva um mês a seis semanas.

Via laparoscópica - A mais recente técnica, minimamente invasiva da laparoscopia, feita sob anestesia geral, envolve a criação de três pequenas incisões no abdômen, a insuflação de gás carbônico para criar um "espaço de trabalho" e a utilização de um laparoscópio, um instrumento fino com uma câmera na ponta que permite ao cirurgião ver dentro do corpo do paciente sem a necessidade de grandes incisões. Este método "transabdominal" causa menos trauma ao corpo, menor dor pós-operatória e a recuperação é mais curta (cerca de uma semana) do que com a técnica aberta. As desvantagens incluem o risco de punção de viscera, que é pequeno.

O que acontece após a cirurgia?
Os pacientes geralmente podem voltar para casa no mesmo dia da cirurgia do reparo da hérnia ou no dia seguinte. Os pacientes podem experimentar dor no primeiro dia após a cirurgia, mas são encorajados a andar ja no primeiro dia após a cirurgia.

Você será capaz de retornar ao trabalho e outras atividades normais logo após o procedimento, apesar de exercícios e outras atividades extenuantes devem ser evitados por mais tempo